31 de mai de 2011

"Vênus Negra" conta a história de uma mulher exibida em shows de horror para a alta sociedade de Londres no século XIX


Vênus Negra, do diretor Abdellatif Kechiche, trata de um assunto que pode parecer absurdo como é retratado, mas que não tão absurdo assim quando associado a algo que atinge a muitas pessoas que são consideradas diferentes e inferiores pela classe mais favorecida e dominante,  que é o preconceito com o diferente e o racismo.

Claro que hoje em dia é muito mais fácil denunciar situações como essa devido à justiça e o "politicamente correto" estar na moda e com isso milhões de denúncias feitas por terceiros gerarem visibilidade e agregarem valor moral a eles, e mais uma série de fatores, o racismo é algo inaceitável em nossa sociedade. Porém inaceitável não significa que não exista, só significa que uma grande camada de hipocrisia embala o preconceito em nossa sociedade nos dias de hoje.

Vênus Negra aborda o tema do preconceito com quem é diferente dos padrões impostos pelo padrão dominante de forma bastante chocante, e mais que isso, verdadeiro pois é baseado em fatos reais. Conta a história de uma mulher africana chamada Saartjie Baartman que saí de seu país com esperança de se tornar artista, como havia sido prometido por seu patrão.
Parte para Europa no século XIX , e acaba sendo exibida como fera em forma feminina nos shows de horror para a alta sociedade de Londres . 

Era apresentada numa jaula com correntes no pescoço, como um animal selvagem mesmo. Vênus Hotentote, como era chamada por fazer parte desse grupo étnico, quando saia da jaula dançava, e era tocada pelos mais curiosos.  

Livre e escravizada ao mesmo tempo, a “Vênus de Hottentot” se torna um ícone dos miseráveis, destinada a ser sacrificada na busca de um fio de esperança na prosperidade.

Vênus Negra é mais um lançamento da Imovision, e estreia 17 de julho. Acompanhe mais noticias sobre Vênus Negra. no blog da Imovision.

30 de mai de 2011

"Minhas Tardes com Margueritte" e o paradoxo do conhecimento

Esse fim de semana estreou o filme “Minhas Tardes com Margueritte”, um filme que muito mais que uma lição de vida, coloca uma discussão interessante que pode passar desapercebido aos olhos de quem assiste apenas como um passa tempo.

Minhas Tardes com Margueritte” é sutil: Conta a história de um homem aparentemente ignorante de mais ou menos 50 anos que “aprende”, depois de mais velho, a apreciar o conhecimento e a leitura, e o significado de algumas palavras como amor, respeito, generosidade, depois que conhece uma senhora, Margueritte, nos seus 90 anos e que desperta nele algo que ele não conhecia sobre ele mesmo.

À medida que vai se interessando mais pela leitura e pelo significado das coisas, ao mesmo tempo em que sente feliz por estar adquirindo conhecimento, se depara com algo desconhecido por ele até então que é a percepção da dificuldade de alcançar a felicidade, o que acaba nos levando sempre à decepção, já que muita reflexão leva ao conhecimento de que ser inteiramente feliz é impossível, pois quanto mais sabemos sobre as coisas, sabemos o quanto falta para que as coisas sejam do jeito que elas deveriam ser. Essa reflexão aparece caracterizada claramente em um momento em que depois de ganhar um dicionário de Margueritte, Germain (Gérard Depardieu) se incomoda com o significado das palavras que procura, discorda de grande parte das definições nele escritas e devolve o presente para a senhora.

A felicidade completa só se dá aqueles que sabem aproveitar agora os frutos colhidos do seu trabalho, e os frutos no caso de Germain são literalmente frutos: são tomates. Trabalha num vilarejo onde os vende e os cultiva, conhece todos da região, e até conhecer Margueritte e a lição de vida que ela lhe passa, acredita que vive completamente feliz, sem se importar com valores como o amor da sua mãe, e a superação de seus traumas de infância, e indo um pouco mais a fundo, a relação de cuidado que tem com sua plantação de tomates igualado ao cuidado que tem com sua mãe, a qual ele aparentemente não liga muito até começar a ficar mais reflexivo.

Minhas Tardes com Margueritte” pode tratar desse assunto de modo quase imperceptível a quem não realmente para pra pensar em pontos chaves como esse. “Minhas Tardes com Margueritte” ressalta as inquietações e contradições de ser um ser humano.



Minhas Tardes com Margueritte” está em cartaz em São Paulo e Rio de Janeiro, confira salas e sessões aqui.

27 de mai de 2011

Saiba onde assistir os filmes da Imovision

Programação referente a semana de 27 a 02/06/2011

O Pequeno Nicolau
Estação Botafogo, no Rio de Janeiro

Dois Irmãos
BH Shopping, em Belo Horizonte
Cine Praia Grande, em São Luís do Maranhão
Cine Sesc, em São Paulo

Minha Terra, África
Rosa e Silva, em São Paulo

Um Quarto em Roma
Cine Topazio, em Campinas

Tetro
Cinemark Guarulhos, em Guarulhos
Espaço Unibando Vilagio, em Sorocaba
Cine Clube Caium, em Ribeirão Preto
Cine Sesc, em São Paulo
Cine Metropolis, Vitória
Cinema do Museu, Salvador
Cinemark, em Salvador
Cine Ordovas, em Caxias do Sul
Cinesystem, em Maringá
Cinemark Barra Sul, em Porto Alegre

O Ciúme Mora ao Lado
Cinemark Ipiranga, em Porto Alegre
Cinema da UFBA, em Salvador

O Bom Coração
Cinemark, em Guarulhos
Cinemark Pier 21, em Brasília
Circuito Cinemas, em Maringá
Cine Cultura, em Goiânia
Cinema do Museu, em Salvador

O Primeiro que Disse
MOvie Com, em Jundiai
Espaço Glauber Rocha, em Salvador (Pré-estreia dia 28/05)
Cine Vivo, em Salvador (Estreia dia 28/05)
Espaço Unibando Dragão do Mar, em Fortaleza
Cinemark, Aracajú

Poesia
Reserva Cultural, em São Paulo
Unibanco Arteplex, no Rio de Janeiro (Pré-estreia)

Incêndios
Reserva Cultural, em São Paulo
Estação Sesc Botafogo, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Laura Alvim, no Rio de Janeiro
Cine Apolo, em Recife
Vitória, Cine Ritz
Salvador, Cinema da UFB
Cinemateca Paulo Amorin, em Porto Alegre

Cópia Fiel
Reserva Cultural, em São Paulo
Espaço Unibanco Augusta, em São Paulo
Estação Botafogo, no Rio de Janeiro
Cine Guion, em Porto Alegre
Instituto NT de Cinema, em Porto Alegre
Cine Santander Cultural, em Porto Alegre
Cine Batel, em Curitiba
Cine Vivo, em Salvador
Fundação Joaquim Nabuco, em Recife
Cine Casa Park, em Brasilia
Cine Metrópolis, em Vitória (Pré-estreia dias 28 e 29)

Turnê
Cine Com Tur, em Londrina
Espaço Unibanco Dragão do Mar, em Fortaleza

Rio Sonata
Cine Vivo, em Salvador
Cine Glória, no Rio de Janeiro

Homens e Deuses
Reserva Cultural, em São Paulo
Cine Topazio, em Campinas
Estação Sesc Botafogo, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Laura Alvim, no Rio de Janeiro
Cine Batel, em Curitiba
Unibando Arteplex, em Curitiba
Cine Guion, em Porto Alegre
GNC Moinhos, em Porto Alegre
Unibando Arteplex, em Porto Alegre

Curitiba - Fundação Cultural
A Fita Branca, de 22/4 até 05/05.

Irina Palm
Cine Jóia, Rio de Janeiro

Como Arrasar um Coração
Cinemark Iguatemi, em São Paulo
Cinemark Santa Cruz, em São Paulo
Reserva Cultural, em São Paulo
Cine Eldorado, em Ouro Preto
Cine Lumiére, em São Paulo
Espaço Unibanco Pompéia, em São Paulo
Unibanco Arteplex, em São Paulo
Espaço Unibanco Augusta, em São Paulo
UCI Jardim Sul, em São Paulo
UCI Ribeirão Preto, em Ribeirão Preto
Espaço Vilagio, em Sorocaba
Espaço Unibanco, em Santos
Cine Galeria, em Campinas
Estação Vivo Gávea, no Rio de Janeiro
Unibanco Arteplex, no Rio de Janeiro
UCI New York, no Rio de Janeiro
Cine Volta Redonda, no Rio de Janeiro
Estação Barra Point, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Laura Alvim, no Rio de Janeiro
GNC Moinhos, em Porto Alegre
Cine Guion, em Porto Alegre
Unibanco Arteplex, em Porto Alegre
Unibanco Arteplex, em Curitiba
Espaço Unibanco Glauber Rocha, em Salvador
Cine Vivo, em Salvador
UCI Orient Iguatemi, em Salvador
Cine Casa Park, em Brasília

Vincere
Cinemark Iguatemi, em Brasília

Vips – Histórias reais de um mentiroso
Reserva Cultural, em São Paulo

O Homem Ao lado
Reserva Cultural, em São Paulo
Unibanco Arteplex, em São Paulo
Cine Lumiere, em São Paulo
Estação Vivo Gávea, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Espaço, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Laura Alvim, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Barra Point

Minhas Tardes Com Margueritte
Reserva Cultural, em São Paulo
Unibando Arteplex, em São Paulo
Cine Lumière, em São Paulo
Cine Sabesp, em São Paulo
Estação Sesc Espaço, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Ipanema, no Rio de Janeiro

Hoje é a estreia de "Minhas Tardes com Margueritte", com Gérard Depardieu

Hoje a Imovision leva aos cinemas a linda história de Minhas Tardes com Margueritte, filme protagonizado por Gérard Depardieuque conta com direção de Jean Becker.

A produção conta a história de um daqueles improváveis encontros, mas que muda a vida de Germain (Gérard Depardieu) para sempre. Ele é um cinquentão quase analfabeto, e ela é Marguerite (Gisele Casadesus) uma senhora apaixonada por livros. Quarentas anos e muitos quilos os separam.

Um dia, por acaso, ele senta ao lado dela em um banco no parque. Ela recita em voz alta versos dando assim, a ele a chance de descobrir a magia dos livros, que nunca fizeram parte de sua vida. Mas Marguerite está perdendo a visão e pelo carinho e afeto que serão criados dessa relação, Germain irá aprender a ler, para mostrar que pode fazer, quando ela não puder mais.

Além de Gérard Depardieu e Gisele Casadesus, o elenco principal do filme ainda conta com Sophie Guillemin e Patrick Bouchitey.
Minhas Tardes com Margueritte conta uma história bonita, sobre aproximação, aprendizado e amor. E ainda funciona muito bem comos uma celebração à vida.

O filme Minhas Tardes com Margueritte entra em cartaz hoje nos cinemas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Saiba onde assistir:

São Paulo:
Reserva Cultural
Unibando Arteplex
Cine Lumière
Cine Sabesp  
Rio de Janeiro
Estação Sesc Espaço
Estação Sesc Ipanema

25 de mai de 2011

Imovision tem 4 filmes na lista dos 10 melhores classificados pela Veja São Paulo

Como os leitores da Veja São Paulo sabem, semanalmente a revista classifica os melhores filmes segundo a crítica num ranking de 10 filmes que pode ser conferido na própria Veja São Paulo impressa, ou também no site da revista.

Nessa semana na sessão de melhores filmes tivemos 4 produções da Imovision na lista, o que é imensamente gratificante e nos mostra que o público continua aprovando nossas apostas.

Os filmes, por ordem, todos classificados com a mesma pontuação, são:
Poesia de Lee Changdong, de  em 4ª posição, seguido por Cópia Fiel de Abbas Kiarostami em 5ª posição, e O Homem ao Lado de Mariano Cohn e Gastón Duprat, na 6ª posição.
Cópia Fiel já esteve classificado como melhor filme por diversos blogs e sites, inclusive na cotação do Blogueiros de Cinema, como melhor filme do ano, durante todas as semanas de avaliações de filmes. 

Um pouco mais abaixo, na 9ª posição está Incêndios, de Denis Villeneuve.
PoesiaCópia Fiel ,O Homem ao Lado Incêndios estão em cartaz. Clique aqui e confira aonde assistir mais próximo de você.


24 de mai de 2011

Veja na íntegra a carta do monge prior Christian de Chergé, retratada em "Homens e Deuses"


Homens e Deuses, de Xavier Beauvois aborda a morte anunciada de um grupo de monges na Argélia no ano de 1996, por fundamentalistas islâmicos.

Os monges, liderados pelo prior Christian de Chergé, mesmo sabendo o que lhes aguardava se resolvessem permanecer no mosteiro, opta por ficar e arcar com as consequências, que nesse caso, foi a morte.

O filme é uma grande lição de amor ao próximo, e de fato uma grande lição de vida se levarmos em conta que o filme é baseado em uma história real.

Christian de Chergé realmente existiu, e antes de sofrer o ataque dos fundamentalistas deixou uma carta, que tem um trecho retratado no final do filme Homens e Deuses.

A Imovision teve a honra de receber do Ir. Guilherme, do Mosteiro Trapista Nossa Senhora do Novo Mundo,  mosteiro da mesma ordem dos monges do filme a emocionante carta na íntegra.
Confira abaixo:
Testamento de Dom Christian de Chergé
Prior do Mosteiro Trapista Nossa Senhora de Atlas, Argélia

Aberto no Domingo de Pentecostes de 1996
 
Quando se tem de enfrentar um A-DEUS... 
Se acontecer um dia - e poderia ser hoje -
em que eu me torne uma vítima do terrorismo que agora parece pronto a engolir
todos os estrangeiros que vivem na Argélia,
gostaria que minha comunidade, minha Igreja e minha família
se lembrassem que minha vida foi DADA por Deus e a este país.

Peço-lhes que aceitem que o Único Mestre de toda vida
não desconheceu esta partida brutal.
Peço-lhes que rezem por mim:
pois como poderia ser eu digno de tal oferta?
Peço-lhes que consigam ligar esta morte às muitas outras mortes
que são da mesma forma violentas, mas esquecidas pela indiferença e o anonimato.
Minha vida não tem mais valor do que qualquer outra.
Nem também menos valor.

Em qualquer caso, ela não tem a inocência da infância.
Vivi o bastante para saber que sou também um cúmplice no Mal
que parece, infelizmente, prevalecer no mundo,
mesmo naquele mal que me mataria cegamente.
Gostaria que, quando vier o tempo, ter o momento de lucidez
que me permitira pedir o perdão de Deus
e de todos os seres humanos meus amigos,
e ao mesmo tempo perdoar com todo meu coração aquele que me matará.

Não desejo tal morte.
Parece-me importante declarar isto.
Não vejo, de fato, como poderia me alegrar
se este povo que amo for acusado indiscriminadamente de meu assassinato.
Responsabilizar um argelino, quem quer que seja,
seria um preço muito alto para pagar
para aquilo que talvez seja chamado "a graça do martírio",
especialmente se ele diz que agiu em fidelidade com o que acredita que seja o Islã.

Estou consciente da pecha que será jogada a todos os argelinos indiscriminadamente.
Também tenho consciência da caricatura do Islã que um certo islamismo encoraja.
É fácil salvar a própria consciência identificando-se nesta via religiosa
com as ideologias fundamentalistas de seus extremistas.

Para mim, a Argélia e o Islã são algo diferente: são um corpo e uma alma.
Disse isto bastante freqüentemente, creio eu,
sabendo que recebi aqui mesmo o verdadeiro caminho do Evangelho,
aprendido no joelho de minha mãe, minha primeira Igreja de fato,
na própria Argélia, e já inspirada com respeito por crentes muçulmanos.

Minha morte, claramente, parecerá justificar
aqueles que me julgam apressadamente ingênuo ou idealista:
"Deixe-o dizer-nos agora o que ele pensa sobre isto!"
Mas estas pessoas precisam compreender
que minha mais ávida curiosidade será então satisfeita.
Pois isto será o que serei capaz de fazer, se Deus assim o quiser -
imerso meu olhar naquele do Pai,
contemplarei com ele seus filhos do Islã da mesma forma como ele os vê,
todos radiantes com a glória do Cristo,
o fruto de sua Paixão, e cheio com o Dom do Espírito,
cuja alegria secreta será sempre de estabelecer a comunhão
e de remodelar a semelhança divina, brincando com nossas diferenças.

Por esta vida perdida, totalmente minha e totalmente deles,
agradeço a Deus que parece tê-la desejado inteiramente
para esta ALEGRIA em tudo e a despeito de tudo.
Neste AGRADECIMENTO, que resume minha vida inteira a partir de agora,
certamente incluo vocês, amigos de ontem e de hoje,
e vocês, meus amigos deste lugar,
junto com minha mãe e meu pai, minhas irmãs e irmãos e suas famílias --
cem vezes me foi dado a mais como prometido!

E também você, o amigo do meu momento final,
que não terá consciência do que estiver fazendo.
Sim, quero AGRADECER a você e este "A-DEUS" é para você
em quem eu verei a face de Deus.
E possamos nós dois encontrarmo-nos, os felizes bons ladrões no Paraíso,
se isto agradar a Deus, o Pai de ambos... Amen! In sha'Allah!



Algiers, 1 de dezembro de 1993
Tibhirine, 1 de janeiro de 1994
+Christian 

em cartaz em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre (para maiores informações  clique aqui).

Novas Aquisições Imovision

A Imovision voltou de Cannes cheia de novas aquisições, a começar pelo vencedor do Grande prêmio do Juri, o Grand Prix, dessa 64º edição do Festival, O Garoto de Bicicleta dos irmãos belgas Jean Pierre e Luc Dardenne.
Outro da seleção oficial do festival também está entre nossas novas aquisições. Beloved, de Christophe Honoré com Catherine Deneuve (de Potiche), Chiara Mastroiani e Louis Garrel;

Le Havre” de Aki Kaurismaki, também esteve na competição pela Palma de Ouro, o prêmio máximo do Festival de Cannes. Uma divertida comédia sobre a imigração ilegal e os refugiados na Europa.

Alguns  ainda estão sendo filmados, como “7 Days in Havana” com Benicio Del Toro, Júlio Medem, Laurent Cantet e Pablo Trapero; “Angels Share”  de Ken Loach;  e “Declaration of War”, de Valerie Donzelli, que faz parte da “Semaine de la Critique”, seção paralela do Festival de Cannes.
Dentre os filmes, o polêmico “This is not a film” de Jafar Panahi entra na lista de nossas aquisições.  O filme chegou a competição de Cannes num pen drive dentro de um bolo, já que o diretor Panahi foi condenado há 6 anos de prisão, e a 20 anos sem gravar filmes nem dar entrevistas. A partir dessas informações, “Isto não é um filme” além de ter sido gravado emsua casa de forma amadora, o nome que o diretor da ao filme se torna alto-justificativo, sem precisar de maiores explicações.

Outros filmes como “Les Emotifs Anonymes“ de Jean-Pierre Améris,  “Les neiges du Kilimanjaro” de Robert Guediguian, “Letters to My Son” de Marion Hansel ; “Toutes nos Envies”, de Philippe Lioret (diretor de "Bem-Vindo") também estão na lista de nossas novas aquisições, assim como alguns que estão em processo de finalização  como “Amour”, de Michael Haneke diretor de "A Fita Branca", com Isabelle Huppert, e “Un Été Brulant” (Um verão escaldante), de Philippe Garrel (diretor de "Amantes Constantes"), com Louis Garrel e Monica Bellucci;  em pré-produção “The End”, do iraniano Abbas Kiarostami, diretor do considerado por muitos como melhor filme de 2011 “Cópia Fiel”. 

Ainda sendo produzidos e filmados, "Après Mai", de Olivier Assayas (diretor de “Carlos”), e “I Wish” de Kore-Eda Hirokazu (de “Ninguém Pode Saber”), e por fim em pós-produção “Love Bruises” de Ye Lou; e a adaptação cinematográfica de Alfred De Musset “Confessions Of A Child Of The Century”, estrelado por Charlotte Gainsbourg e o (ex) vocalista da (ex) banda Libertines Peter Doehrty.

Acompanhe o blog da Imovision para mais informações e novidades sobre nossos próximos lançamentos.

23 de mai de 2011

Pânico na TV entrevista Marcelo Nascimento do documentário VIP's


Marcelo Nascimento, cedeu entrevista para o Programa Pânico na TV, no último domingo 22/05.

A entrevista toda foi baseada no livro escrito por Mariana Caltabiano VIPs – Histórias Reais de um Mentiroso, que virou um documentário com diversas entrevistas e cenas memoráveis dos golpes de Marcelo Nascimento.

Marcelo  já se passou por personagens tão absurdas, que as vezes chega a ser impossível de acreditar em seus golpes se não fossem as gravações feitas por emissoras de televisão, resgatadas por Mariana Caltabiano e inseridas no documentário como prova de que Marcelo realmente se passou por figuras como líder do PCC, policial, piloto, celebridade, dono de companhia aérea e mais.

VIP’s – Histórias Reais de Um Mentiroso está em cartaz no Reserva Cultural, em São Paulo e no Estação Vivo Gavea, no Rio de Janeiro.

O documentário VIP’s – Histórias Reais de Um Mentiroso fez parte da seleção de 2010 do Festival de Cinema do Rio e da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, e é um relato da vida de Marcelo por ele mesmo, já que todo documentário foi aprovado por ele, que participou de todo processo de produção do filme, além da participação de amigos e pessoas que foram enganadas por Marcelo, como Amaury Jr. que cometeu a maior gafe de sua carreira (assim por ele definido) por ter entrevistado Marcelo como filho do dono da companhia aérea Gol.

O documentário foi também base para a adaptação feita para o cinema da vida de Marcelo Nascimento, que é interpretado por Wagner Moura (o que não agradou Marcelo como podemos ver na entrevista para o Pânico na TV, e em uma entrevista feita para a revista TRIP).

Veja e entrevista que Marcelo Nascimento deu para o Pânico na TV na íntegra.
Parte 1


Parte 2

Como Arrasar um Coração, em Mônaco!

O filme Como Arrasar um Coração já está em cartaz nos cinemas em sua terceira semana e o filme está sendo muito bem recebido por todos vocês, que amaram Romain Duris como Alex Lippi e ainda ficaram com os olhos brilhando, ao ver o charme de Vanessa Paradis como a personagem Juliette. Mas, "Como Arrasar um Coração" ainda conta com um duplo de coadjuvantes muito engraçados. Os atores Julie Ferrier e François Damiens, que interpretaram a irmã e o cunhado de Alex Lippi, dão um show a parte e se você ainda não conferiu, corra para o cinema! O que está sendo exibido nesses cinemas.

Para vocês que acompanharam toda essa super estreia do filme nos cinemas e ainda o concurso "Como Arrasar um Coração em Mônaco", temos uma novidade muito bacana: O concurso cultural já teve seu ganhador! Mas, por enquanto, vamos recapitular tudo?

A primeira fase do concurso era aberta para todos os usuários do Twitter e lá eles deveriam que postar dicas de "Como Arrasar um Coração" seguidas da hashtag #ComoArrasar, ou direcionado ao perfil do filme @ComoArrasar. Foram muitas frases e todas excelentes, foi muito difícil escolher apenas 15.

Na segunda fase, as 15 frases mais criativas, se tornaram vídeos e foram postadas na página do filme Como Arrasar um Coração, lá no YouTube. A partir desse momento, os criadores das ideias dos vídeos, teriam que se esforçar na divulgação, para levar seu vídeo ao topo, sendo o mais assistido no período de uma semana. E para a felicidade de todos, hoje saberemos que foi o sortudo, ou a sortuda vez, com o vídeo mais visto.

O vídeo mais assistido nesse período, foi o da @Garotaaveia, a dica dela foi a seguinte: "Deixar um recado, com a mensagem: Você significou muito para mim: Como pior castigo da minha vida. #ComoArrasar"
Assista ao vídeo dela, aqui.

Parabéns @Garotaaveia, você vai à Mônaco!

Irmãos Dardenne levam o Grande Prêmio do Juri no 64º Festival de Cannes

Jean-Pierre e Luc Dardenne , como já era de se esperar, não saíram do 64º Festival de Cannes sem nenhum prêmio.

O Garoto de Bicicleta levou, junto ao filme turco de Nuri Bilge Ceylan “Once Upon a time in Anatolia” o prêmio do Juri do Festival de Cannes em 2011.

O Garoto de Bicicleta aborda temas familiares aborda temas familiares como homossexualidade, abuso de menores, falta de comunicação entre pais e filhos, e busca incessante de preenchimento do vazio do garoto que insiste em querer encontrar alguém que simbolize uma figura paterna, descontente com ajuda bem intencionada da cabelereira interpretada por Cécile de France. 

O longa é considerado pela crítica e pelos diretores o filme mais simples e sereno filme da carreira dos irmãos Belgas.

A Imovision lançará O Garoto de Bicicleta nos cinemas brasileiros no início de novembro desse ano. Acompanhe o blog da Imovision para maiores informações sobre esse e outros lançamentos desse ano.

20 de mai de 2011

Saiba onde assistir os filmes da Imovision

Programação referente  a  semana  de  20  a  26/05/2011

Estação Botafogo, no Rio de Janeiro

BH Shopping, em Belo Horizonte
Cine Praia Grande, em São Luís do Maranhão
Cine Sesc, em São Paulo

Rosa e Silva, em São Paulo

Cine Topazio, em Campinas

(O Filme não possui digital)
Cinemark Guarulhos, em Guarulhos
Espaço Unibando Vilagio, em Sorocaba
Cine Clube Caium, em Ribeirão Preto
Cine Sesc, em São Paulo
Cine Metropolis, Vitória
Cinema do Museu, Salvador
Cinemark, em Salvador
Cine Ordovas, em Caxias do Sul
Cinesystem, em Maringá
Cinemark Barra Sul, em Porto Alegre

Cinemark Ipiranga, em Porto Alegre
Cinema da UFBA, em Salvador

(35 MM – O Filme é Scop e não tem digital)
Cinemark, em Guarulhos
Cinemark Pier 21, em Brasília
Circuito Cinemas, em Maringá
Cine Cultura, em Goiânia
Cinema do Museu, em Salvador

(35 MM – O Filme é Scop e não tem digital)
Reserva Cultural, em São Paulo
Cine Casa Park, em Brasília
Espaço Unibanco Dragão Do Mar, em Fortaleza
Cine Com-Tur, em Londrinha
Cinemark, em Aracaju

Reserva Cultural, em São Paulo
Instituto NT de Cinema, em Porto Alegre
Unibanco Arteplex, no Rio de Janeiro (Pré-estreia)

(35 MM – O filme não possui digital)
Reserva Cultural, em São Paulo
Estação Botafogo, no Rio de Janeiro
Estação Barra Point, no Rio de Janeiro
Cine Apolo, em Recife
Cine Ritz, em Vitória

Reserva Cultural, em São Paulo
Espaço Unibanco Augusta, em São Paulo
Estação Botafogo, no Rio de Janeiro
Cine Guion, em Porto Alegre
Instituto NT de Cinema, em Porto Alegre
Cine Santander Cultural, em Porto Alegre
Cine Batel, em Curitiba
Cine Vivo, em Salvador
Cinema do Museu, em Salvador
Fundação Joaquim Nabuco, em Recife
Cine Casa Park, em Brasilia

Cine Com Tur, em Londrina
Cine Vivo, em Salvador
Espaço Unibanco Dragão do Mar, em Fortaleza (Pré-Estreia 21/05)

Instituto NT de Cinema, em Porto Alegre
Cine Vivo, em Salvador (Em exibição digital)

Reserva Cultural, em São Paulo (35 MM)
Cine Livraria Cultura, em São Paulo (35 MM)
Estação Botafogo, no Rio de Janeiro
Estação Laura Alvim, no Rio de Janeiro
Gran Cine Bardot, em Búzios
Cine Batel, em Curitiba
Unibanco Arteplex, em Curitiba (Pré-estreia dia 14/05)
Cine Guion, em Porto Alegre (Pré-estreia dia 14, 15 e 16/05)
GNC Moinhos, em Porto Alegre (Pré-estreia dia 14, 15 e 16/05)
Unibanco Arteplex, em Porto Alegre

Cinema da UFBA, em Salvador

Goddard, Truffaud e a Novelle Vague e Tony Manero
Cine Joia, no Rio de Janeiro

Cinemark Iguatemi, em São Paulo
Cinemark Santa Cruz, em São Paulo
Reserva Cultural, em São Paulo
Cine Eldorado, em Ouro Preto 
Cine Lumiére, em São Paulo
Espaço Unibanco Pompéia, em São Paulo
Unibanco Arteplex, em São Paulo
Espaço Unibanco Augusta, em São Paulo
UCI Jardim Sul, em São Paulo
UCI Ribeirão Preto, em Ribeirão Preto
Espaço Vilagio, em Sorocaba
Espaço Unibanco, em Santos
Cine Galeria, em Campinas (pré-estreia dia 14/06)
Estação Vivo Gávea, no Rio de Janeiro
Unibanco Arteplex, no Rio de Janeiro
UCI New York, no Rio de Janeiro
Cine Volta Redonda, no Rio de Janeiro
Estação Barra Point, no Rio de Janeiro
GNC Moinhos, em Porto Alegre
Cine Guion, em Porto Alegre
Unibanco Arteplex, em Porto Alegre
Unibanco Arteplex, em Curitiba
Espaço Unibanco Glauber Rocha, em Salvador
Cine Vivo, em Salvador
UCI Orient Iguatemi, em Salvador
Cinemark Iguatemi, em Brasília

Reserva Cultural, em São Paulo
Estação Vivo Gavea, no Rio de Janeiro

Reserva Cultural, em São Paulo 
Unibanco Arteplex, em São Paulo 
Cine Lumiere, em São Paulo
Estação Vivo Gávea 5, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Espaço 1, no Rio de Janeiro
Estação Sesc Laura Alvim 1, no Rio de Janeiro

Reserva Cultural, em São Paulo (Pré-Estreia dia 21/05)
Unibanco Arteplex, em São Paulo (Pré-Estreia dia 21/05)
Cine Lumiere, em São Paulo (Pré-Estreia dia 21/05)
Estação Vivo Gávea 1, no Rio de Janeiro (Pré-Estreia dia 23/05)
Estação Ipanema 2, no Rio de Janeiro (Pré-Estreia dia 24/05)
Estação Sesc Espaço 3, no Rio de Janeiro (Pré-Estreia dia 25/05)