23 de jun de 2009

O filme Stella, em cartaz desde o dia 11, teve a classificação indicativa revista; a censura baixou para 14 anos

Lançado nos cinemas pela distribuidora Imovision em 11 de junho, o filme Stella recebeu inicialmente a classificação indicativa de 16 anos. Tal medida, prejudicial ao lançamento do filme - que não expõe nenhum conteúdo inadequado aos adolescentes -, foi contestada pela distribuidora, que acreditou na sensibilidade do longa e reivindicou a revisão da classificação para que um público maior tivesse acesso ao filme.

O pedido de reconsideração da classificação atribuída foi deferido nesta semana, baixando então a censura para 14 anos.

Dirigido pela francesa Sylvie Verheyde, o longa, que contém elementos autobiográficos, fala sobre Stella, uma menina de 11 anos, que vive com seus pais em um bar na periferia de Paris, um ambiente nada apropriado para uma criança. Admitida em uma famosa escola parisiense, conhece Gladys, filha de um judeu intelectual. Por meio dessa amizade, é apresentada a um novo mundo, oposto a tudo o que conhece. Através da cultura, principalmente pela literatura e pela música, Stella vê a chance de sua vida ser diferente. O filme trata de todas as novas experiências que irão mudar seu caminho para sempre.

Stella recebeu o prêmio de melhor roteiro no Festival de Flandres em 2008, além dos prêmios Fundação Christopher D. Smithers e Lina Mangiacapre no 65º Festival de Veneza (2008).

Com Léora Barbara, Melissa Rodriguès, Karole Rocher, Benjamin Biolay, Guillaume Depardieu.

STELLA
(Stella)
de Sylvie Verheyde
2008, França, 102 minutos

Em São Paulo, nos cinemas Cinesesc, Cine Bombril, Cine UOL Lumière e Reserva Cultural.

22 de jun de 2009

Stella - 11 de junho nos cinemas!

(Stella) França, 2008
103 min, Drama
Diretor: Sylvie Verheyde
Elenco: Léora Barbara, Karole Rocher, Benjamin Biolay, Melissa Rodrigues, Laëtitia Guerard,
Guillaume Depardieu, Johan Libereau , Jeannick Gravelines, Thierry Neuvic, Valérie Stroh, Anne Benoit, Christophe Bourseiller.
Sinopse: 1977. Stella, de 11 anos, vive com seus pais em um bar na periferia de Paris, onde atendem trabalhadores da região. Admitida em uma famosa escola parisiense, conhece Gladys, filha de um judeu intelectual. Por meio dessa amizade, é apresentada a um novo mundo, oposto a tudo que conhece. O filme trata de todas as novas experiências que irão mudar a vida de Stella para sempre.

Fique por dentro:
- Recebeu uma indicação ao César de Melhor Ator Coadjuvante (Benjamin Biolay).
- Ganhou o prêmio de Melhor Roteiro, no Festival de Flanders.
- Venice Days / 65º Festival de Veneza (2008) - Prêmio Especial Fundação Christopher D. Smithers e Prêmio Lina Mangiacapre.

O que já se falou:
Veja “Da simplicidade de uma personagem bastante comum surge um retrato de época nostálgico, no qual o doce rostinho de Léora Barbara se encaixa à perfeição.”
Positif “Raramente os dias de aula foram fielmente retratados.”
O Estado de SP “O estilo do filme está em consonância com essa disposição mental - exibe leveza e frescor. E, sim, Léora Barbara é um achado e tanto.”

Assista o trailer legendado:

A Festa da Menina Morta - 11 de junho nos cinemas

(A Festa da Menina Morta) Brasil, 2008
110 min, Drama
Diretor: Matheus Nachtergaele
Elenco: Daniel De Oliveira, Jackson Antunes, Cássia Kiss, Dira Paes, Juliano Cazarré, Paulo José.
Sinopse: A Festa da Menina Morta conta a história de Santinho, jovem alçado à condição de líder espiritual numa comunidade ribeirinha do Alto Amazonas ao realizar um “milagre” após o suicídio de sua própria mãe. O filme procura ser o retrato íntimo dos envolvidos nesta seita e fala da capacidade infinita do homem em “criar” fé e buscar um sentido diante de seu horror à morte.

Fique por dentro:
- Participou da Seleção Oficial no Festival de Cannes 2008
- Ganhou o prêmio de Melhor Filme na categoria Novos Diretores, no Festival de Chicago.
- Ganhou 6 Kikitos de Ouro no Festival de Gramado, nas categorias de Prêmio Especial do Júri, Melhor Ator (Daniel de Oliveira, Melhor Fotografia, Melhor Música, Prêmio da Crítica e Melhor Filme - Júri Popular.
- Ganhou 2 Troféus Redentor no Festival do Rio, nas categorias de Melhor Diretor e Melhor Ator (Daniel de Oliveira).
- Ganhou o prêmio de Melhor Ator (Daniel de Oliveira), no 12º Festival de Cinema Luso-Brasileiro.
- Ganhou 2 prêmios no Festival de Cinema Brasileiro de Los Angeles, nas categorias de Melhor Fotografia e Melhor Roteiro.

O que já se falou:
O Globo “O diretor demonstra acreditar na validade do uso de seus excessos como parte indispensável de um projeto que visa retratar partes de um Brasil ainda arcaico, primitivo e feroz. E o faz com uma segurança que fundamenta a impressão de que aqui está nascendo um diretor sério e comprometido com o cinema. ”
O Estado de SP “…esse promissor filme de estreia de Matheus, revela intensidade, das atuações ao inspirado registro fotográfico de Lula Carvalho.”
Guia da Folha “A atuação irrepreensível de Jackson Antunes e a bem-vinda presença de Dira Paes também conferem ao filme o brilho necessário ao ingresso de um diretor no mundo do cinema, fazendo do impacto entre os personagens interpretados por atores consagrados e por coadjuvantes talentosos um mero detalhe.”

Assista o trailer legendado:

2 de jun de 2009

Caramelo - Junho nos cinemas


(Caramel) Líbano, 2008
95 min, Comédia Romântica
Diretor: Nadine Labaki
Elenco: Nadine Labaki, Yasmine Elmasri, Joanna Moukarzel, Gisèle Aouad, Adel Karam, Sihame Haddad, Aziza Semaan, Fatmeh Safa, Dimitri Staneofski, Fadia Stella, Ismaïl Antar.

Sinopse:
Em Beirute, no salão de beleza Sibelle, cinco mulheres se encontram regularmente. Layale é amante de um homem casado e espera que um dia ele deixe a mulher. Nisrine é muçulmana e vai se casar, só que não é mais virgem e não sabe como contar ao noivo. Rima sente atração por mulheres. Jamale não quer envelhecer. Rose abdicou de sua vida para cuidar da irmã mais velha.

No salão, entre cortes de cabelo e depilação à base de caramelo (receita oriental tradicional: açúcar, limão e água), homens, amor, sexo, casamento, maternidade e amadurecimento estão no centro de suas conversas mais íntimas.

Fique por dentro:
- Ganhou os prêmios de San Sebástian, o Prêmio de Público e Prêmio do Juri Jovem no Festival de San Sebástian
- Foi o representante do Líbano ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Site oficial: http://www.bacfilms.com/site/caramel/
Fotos do filme em alta definição aqui

O que já se falou:
Estado de SP “Gostei demais do filme”
The New York Times “Caramelo: difícil resistir.”

Assista o trailer legendado:


Assista ao spot de TV:


Escute a trilha sonora do filme:

Caramel Soundtrack

Papéis de parede do filme para seu computador:
1280x1024


1024x768


800x600