22 de jan de 2010

Imovision no César 2010

Caros Colegas,

É com alegria que informamos que 10 filmes da Imovision concorrem ao César 2010 em 17 categorias.
Sendo que BEM-VINDO, filme de Philippe Lioret concorre em 10 categorias.
A premiação acontece no próximo dia 27 de fevereiro em Paris.

Segue abaixo:

Melhor filme :
ERVAS DANINHAS de Alain Resnais
BEM-VINDO de Philippe Lioret

Melhor diretor :
Philippe Lioret por BEM-VINDO

Melhor ator :
François Cluzet por LE DERNIER POUR LA ROUTE
Vincent Lindon por BEM-VINDO

Melhor atriz :
Sandrine Kiberlain por MADEMOISELLE CHAMBON
Kristin Scott Thomas por PARTIR

Melhor ator coadjuvante :
Michel Vuillermoz por LE DERNIER POUR LA ROUTE

Melhor atriz coadjuvante :
Aure Atika por MADEMOISELLE CHAMBON
Audrey Dana por BEM-VINDO

Revelação masculina :
Firat Ayverdi por BEM-VINDO
Vincent Rottiers por JE SUIS HEUREUX QUE MA MERE SOIT VIVANTE

Revelação feminina :
Mélanie Thierry por LE DERNIER POUR LA ROUTE

Melhor filme de estréia :
LE DERNIER POUR LA ROUTE de Philippe Godeau

Melhor roteiro :
Philippe Lioret, Emmanuel Courcol e Olivier Adam por BEM-VINDO

Melhor adaptação :
Stéphane Brizé e Florence Vignon por MADEMOISELLE CHAMBON
Philippe Godeau e Agnès de Sacy por LE DERNIER POUR LA ROUTE
Laurent Tirard e Grégoire Vigneron por O PEQUENO NICOLAS
Alex Réval e Laurent Herbiet pou ERVAS DANINHAS

Melhor música :
Alex Beaupain por NÃO MINHA FILHA, VOCÊ NÃO IRÁ DANÇAR
Nicola Piovanni por BEM-VINDO

Melhor som :
BEM-VINDO

Melhor figurino :
COCO CHANEL & IGOR STRAVINSKY

Melhor fotografia :
BEM-VINDO
ERVAS DANINHAS

Melhor edição :
ERVAS DANINHAS
BEM-VINDO

Melhor filme estrangeiro :
A FITA BRANCA de Michael Haneke

12 de jan de 2010

Caro Francis - 08 de janeiro nos cinemas


(Caro Francis) Brasil, 2008
95 min, Documentário
Diretor: Nelson Hoineff
Elenco: Sonia Nolasco, Fernando Henrique Cardoso, Hélio Costa, Nelson Motta, José Serra, Ruy Castro, Fernanda Montenegro, Boris Casoy, Diogo Mainardi, Caio Túlio Costa,Luiz Erlanger, Carlos Nasser, Fausto Wolff, Fernando Jorge (1), Lúcia Guimarães

Sinopse: Paulo Francis transformou o jornalismo brasileiro. À sua maneira, denunciou todos os dias a impossibilidade de existência de vida inteligente no pensamento dominante – não importa que pensamento fosse dominante no momento. Foi tão combativo quanto irreverente, porque nunca fez parte do seu cardápio ser reverente a coisa alguma. Um visionário cuja coragem e estilo sobreviverão por muitas gerações.
            Para seus amigos, porém, Francis foi apenas um ser humano cuja dedicação e generosidade o tornavam especial. Caro Francis é justamente e pequena história de um homem que se tornou público, contada pelo filtro das amizades que cultivou. 
Compor esse filme é o ato de desatar nós importantes na vida dos múltiplos Francis que se espalharam entre as pessoas que circulavam ao seu redor – a migração do trotskismo para o conservadorismo, a angustia com a exigência da realização literária, a ação milionária movida pela Petrobrás, os limites entre um intelectual entediado e o moleque conhecedor das marchinhas de Carnaval, as circunstâncias reais de sua morte.
            Caro Francis  se lança a tarefa de decifrar todos esses enigmas a partir das pessoas que melhor o conheceram - entre eles alguns dos mais importantes intelectuais brasileiros contemporâneos.

Fique por dentro:
- Do mesmo diretor de Alô, Alô, Terezinha!
- Melhor Direção de Documentário, Júri Popular, no II Festival Paulínia de Cinema, 2009.
- Nelson Hoineff é jornalista, crítico de cinema, produtor e diretor de televisão. Dentre as séries e programas que dirigiu destacam-se Documento Especial (premiado no Brasil, Monte Carlo e Berlim), Primeiro Plano, Realidade e Curto-Circuito. Dirigiu mais de 400 documentários para televisão ou outros meios, entre eles O Século de Barbosa Lima Sobrinho, TV Ano Zero e Homem Pode Voar. Em 2008 dirigiu o longa-metragem Alô, Alô, Terezinha, sobre a obra de Abelardo “Chacrinha” Barbosa, vencedor do prêmio Melhor Longa-Metragem Júri Oficial e Júri Popular no CinePE 2009. Atualmente dirige o documentário Começaria Tudo Outra Vez, sobre a vida do cantor Cauby Peixoto, além da série de televisão Celebridades do Brasil e do documentário Nilo Machado – Um Cineasta Brasileiro.

O que já se falou:
O Globo “...é o segundo documentário sobre um importante nome da cultura brasileira do fim do século XX”
O Globo: Não é preciso ser um admirador de Paulo Francis para gostar de Caro Francis





Assista ao trailer:


5 de jan de 2010

Procurando Elly - 01 de janeiro nos cinemas!


(Darbareye Elly) Irã, 2009
119 min, Drama
Diretor: Asghar Farhadi
Elenco: Golshifteh Farahani, Shahab Hosseini, Taraneh Alidoosti, Merila Zare'i, Mani Haghighi, Peyman Moaadi, Ra'na Azadivar, Ahmad Mehranfar, Saber Abbar

Sinopse: Após passar anos na Alemanha, Ahmad (Shahab Hosseini) volta ao Irã. Seus amigos organizam três dias de comemoração. Sem que o resto do grupo saiba, Sepideh (Golshifteh Farahani) convida para a festa a jovem Elly (Taraneh Alidoosti), professora de sua filha. Ahmad, que acabou de se separar da esposa alemã e gostaria de começar uma nova vida com uma iraniana, vê em Elly a mulher perfeita. No dia seguinte, no entanto, ela desaparece misteriosamente. Ela fugiu ou morreu? O clima entre os amigos torna-se amargo e acusatório e eles iniciam uma pequena investigação para descobrir o paradeiro da moça.

Fique por dentro:
- Vencedor do Urso de Prata de melhor direção no Festival de Berlim, de 2009, este filme iraniano também foi indicado oficialmente como o representante para o Oscar de filme estrangeiro.
- 'Procurando Elly' traz no elenco atriz banida no Irã
- A atriz principal Golfishbeth é a mesma do filme de Ridley Scott, Rede de Mentiras (Body of Lies).


O que já se falou:
O Estado de SP: “Nunca houve um filme iraniano como Procurando Elly”
O Globo: ‘Procurando Elly’. O cineasta Asghar Farhadi apresenta o perturbador drama moral “Darbareye Elly” (no original), que pode situá-lo entre os autores mais inteligentes da década.


Assista ao trailer legendado:

Ervas Daninhas - 25 de dezembro nos cinemas!

(Les Herbes Folles) França, 2009
104 min, Drama
Diretor: Alain Resnais
Elenco: André Dussollier, Sabine Azéma, Emmanuelle Devos, Mathieu Amalric, Anne Consigny, Michel Vuillermoz, Edouard Baer, Annie Cordy, Sara Forestier, Nicolas Duvauchelle, Vladimir Consigny, Dominique Rozan, Jean-Noël Brouté, Elric Covarel Garcia¹, Valéry Schatz

Sinopse: O filme conta como um fato tão inusitado, de uma carteira perdida e reencontrada, pode abrir uma oportunidade para uma romântica aventura para um casal de desconhecidos. Georges e Marguerite embarcam em uma jornada de amor, que vai afetar a vida de todos ao seu redor de uma maneira surpreendente e com um final marcante.

Fique por dentro:
- Vencedor do Prêmio Excepcional do Júri no Festival de Cannes de 2009. Aclamado pela crítica e pelo público.  Sucesso de bilheteria em seu lançamento na França.
- Novo filme do veterano e premiado diretor Alain Resnais, de Hiroshima Mon Amour, Ano Passado Marienbad e Medos Privados em Lugares Públicos

O que já se falou: 
Folha de SP avaliação “Ótimo”
Leia a entrevista com o diretor no Estado de SP 1, 2 e 3
Leia a entrevista com o diretor na Folha de SP

Assista aos trailers legendados: