10 de jan de 2012

A Guerra Está Declarada faz sucesso em seu final de semana de estreia


A história de Valérie Donzelli está nas telas. Mas não é uma história qualquer, pois o representante francês concorrendo como um dos filmes do Oscar 2012 poderia ser apenas uma triste história de uma família que luta contra uma doença incurável, nos padrões hollywoodianos, nos quais lágrimas são arrancadas dos olhos de seus espectadores sem qualquer esforço, porém, nesta grande produção, Valérie Donzelli permite-se sobrepor emoções, deixando claro que a questão abordada no filme A Guerra Está Declarada é a de uma luta por meio do amor. 


Em sua primeira semana, A Guerra Está Declarada, filme que ilustra com um colorido especial o que deveria ser dor, mostrou aos espectadores que as intenções de Donzelli estão acima das espectativas, inclusive com uma breve homenagem à música brasileira, já que em sua trilha sonora, além do aclamado Peter Von Poehl, conta com Manhã de Carnaval, de Luiz Bonfá e Antônio Maria que envolve a belíssima trama. 
Mais um motivo para ver A Guerra Está Declarada? O filme conquistou 800 000 espectadores de seu país de origem, a França, onde foi recorde absoluto de bilheteria e alcançou um patamar elevado, ao ser levado à representação francesa para o Oscar 2012, como melhor filme estrangeiro. O trocadilho é inevitável, A Guerra Está Declarada, na verdade, simboliza uma luta real contra um inimigo invisível, porém, utilizando-se de armas apropriadas, como o bom-humor e a esperança, tudo parece acabar como uma grande vitória.
Nota-se em Valérie Donzelli, um filme que celebra a vida e a felicidade, a vontade da persistência, sendo que, nunca, nem mesmo nas salas de hospitais, deve-se enfraquecer perante um mal. O público parece também sair muito mais esperançoso das salas de cinema, em direção ao mundo real após verem A Guerra Está Declarada; Donzelli coloca em cada um, um pouco mais de brilho em suas vidas. 

Veja o trailer de A Guerra Está Declarada, que está em sua primeira semana em cartaz:


Nenhum comentário: