9 de nov de 2011

Programação no Ibilce mostra 20 anos sem Serge Gainsbourg

O Ibilce - Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas é uma universidade, localizada em São José do Rio Preto, São Paulo - através dos Projetos de Extensão AGITART e CINEMART/CRIF, apresenta uma mostra de um dos ícones da música francesa contemporânea: Serge Gainsbourg.
"Revolucionário, influenciou diversas gerações e continua a ser uma referência inevitável no meio musical."
A partir de quarta-feira, dia 09 de novembro, uma exposição com dez banners, uma pequena mostra visual realizada pelos alunos de Licenciatura em Letras - Francês, poderá ser apreciada no halll do prédio principal do Ibilce.

Ainda no dia 9, às 18h, no Auditório B, o músico Paulo Ricardo Alves fará uma breve apresentação de Gainsbourg no âmbito do Ciclo de conferências Les Personalités D'Expression Française, consagrado neste semestre a figuras polêmicas. Na sequência, será exibido o filme Gainsbourg - O Homem Que Amava as Mulheres.

Exposição:
Serge Gainsbourg e...
é uma exposição bilingue (francês/português), consagrada ao artista francês Serge Gainsbourg, que nos deixou em 1991. Vinte anos após sua morte, o homem de cabeça de repolho permanece sendo um dos maiores compositores franceses.
Revolucionário, influenciou diversas gerações e continua a ser uma referência inevitável no meio musical. Este modesto panorama visual tem por objetivo homenageá-lo por meio de uma amostra do que ele mais amava neste mundo: as mulheres, a música e a irreverência.

Filme:
Gainsbourg - O Homem Que Amava as Mulheres
Serge Gainsbourg, um jovem judeu, vaga por uma Paris ocupada pelos alemães; um novo e tímido poeta que deixa para trás suas pinturas e seu quarto para encantar o público de clubes noturnos nos turbulentos anos 60. É uma vida heróica, onde as criaturas de sua cabeça ganham corpo na tela, e sua eloquência combina com seus escandalosos casos de amor, como os que teve com as divas Jane Birkin e Brigitte Bardot. Desses elementos nasce um trabalho subversivo que cresce e agita o mundo inteiro.
Diretor: Joann Sfar
Ano de Produção: 2010
País: França
Duração: 130 min.

As atividades são gratuitas e abertas ao público interno e externo.
Fonte: AqueleSite

Nenhum comentário: