9 de nov de 2011

Festival de Paraty conta com retrospectiva Jafar Panahi e Adeus, Primeiro Amor de Mia Hansen-Love

A 4ª Edição do Festival Internacional de Cinema de Paraty - que acontece do dia 10 a 15 de novembro - será um pouco diferente das anteriores: A fim de incentivar novos cineastas, o Festival inaugura uma mostra competitiva de longas-metragens (Mostra Novos Olhares), onde oito filmes de jovens diretores do mundo todo concorrem ao prêmio Um novo Olhar, que apoiará a distribuição do filme no Brasil.

Da diretora Mia Hansen-Love, o filme Adeus, Primeiro Amor - que estreia nos cinemas brasileiros dia 2 de dezembro - participa da Mostra competitiva Novos Olhares.
Além desta novidade, o Festival de Paraty terá como abertura um dos mais aguardados filmes do ano - que conquistou o favoritismo dos cinéfilos na 35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo - Isto Não é Um Filme, que participa da Retrospectiva Jafar Panahi, onde além deste exibirá outros cinco longas-metragens em homenagem à carreira deste grande nome do cinema iraniano: Fora de jogo (2006), Ouro Carmim (2003), O círculo (Leão de Ouro no Festival de Veneza em 2000), O espelho (1997) e O Balão Branco (Vencedor do Camera d'Or no Festival de Cannes em 1995).
A abertura do festival com Isto Não é Um Filme acontece nesta quinta-feira, 10 de novembro, às 18h30 e 21h00.
Já Adeus, Primeiro Amor, da diretora Mia Hansen-Love e será exibido na Mostra Novos Olhares sábado (12/11) às 21h00, e domingo (13/11) às 14h00.

O Festival também conta com a Mostra Especial Atores Atrás das Cameras, onde o filme Turnê de Mathieu Amalric está entre as atrações e será exibido no domingo (13/11) às 15h00.
As sessões são gratuitas e serão exibidas em três locais diferentes situados no centro histórico de Paraty: Cinema, Tenda e Cine Tela.

Nenhum comentário: