27 de jul de 2011

A visão do público sobre o filme Vejo Você no Próximo Verão

‎O primeiro filme de Philip Seymour Hoffman chegou aos cinemas de São Paulo e do Rio de Janeiro na última sexta-feira, com lançamento pela Imovision (em breve o filme será lançado também em outras cidades) e, em seu primeiro trabalho como diretor, o ator recebeu vários elogios por seu trabalho, tanto pelo crítica, quanto pelo público e como o agradou tanto, trouxemos um pouco do que os internautas acharam do filme.
Vejam a seguir:
  • "Sintetizo o filme em cinco predicados: sensacional, criativo, inteligente, prazeroso e memorável. Vale a pena. Recomendo!" - Cristiano Costa, comentário postado no trailer do filme, no YouTube.
  • Coisa mais linda esse filme "Jack Goes Boating" ("Vejo Você no Próximo Verão") - Rebeca Moraes, via Twitter.
  • "Encontros e desencontros, numa bela história de amizade. Vejo Você no Próximo Verão, num cinema perto de você." - André Kampff, via Twitter.
  • "Sobre "Vejo você no próximo verão": Um filme fofo com uma trilha sonora impecavel" - Nina Sivali, via Twitter.
  • 'Ainda sobre "Vejo Você no Próximo Verão", cenas absurdas e absolutamente críveis. Ponto pro Philip Seymour.' - Lú Micheletti, comentário postado em seu Twitter.
  • "O realismo e qualidade dos personagens são dignos de prêmios..." - Lucas Siqueira Cesar, do Cinema na Rede.
  • "Ele suou a camisa no inverno pra fazer bonito na outra estação..." - Grupo Estação
  • "Um romance fora do lugar comum, é um drama pesado, é um filme sobre solidão onde se busca a companhia. Hoffman estreia de forma simples e sem querer grandioso. E isso que a torna maior." - Stuff Artie.


Jack Goes Boating, título original, é baseado na peça de teatro de mesmo nome e conta com, além de Hoffman, a indicada ao Oscar Amy Ryan que já trabalhou com o ator em Capote, John Ortiz, Daphne Rubin-Vega (interpretaram os mesmos papéis na peça que deu origem ao filme) e Richard Petrocelli.

“Vejo Você no Próximo Verão” conta a história de Jack (Philip Seymour Hoffman) e sua vontade de superar de alguns problemas que o afetam sua rotina. Ele parece alguém acomodado, que mesmo com vontade de progredir sempre lhe falta um incentivo. Com isso, ao conhecer Connie e o esforço que ambos fazem para que a relação entre eles seja algo impulsionador para suas vidas sem muito perspectiva começa aflorar aí.

Jack e Connie desenvolvem um relacionamento tão singelo e transparente, que é encantador ver o quanto os dois progridem juntos. Connie o inspira a aprender a cozinhar, procurar um novo emprego e até mesmo aprender a nadar, assim ele pode levá-la ao romântico encontro de barco que ela sempre sonhou (o que justifica o título original em inglês Jack Goes Boating). E é com esse pretexto, o passeio de barco, que o protagonista espera o verão chegar para passear com a moça que trouxe um pouco de esperança para sua vida, que até então era, digamos, vazia.

Nenhum comentário: