2 de jan de 2012

Críticos brasileiros elegem filmes da Imovision como os melhores de 2011

2011 foi um ano repleto de surpresas no circuito cinematográfico. Para a Imovision, que sempre se preocupa em trazer para o Brasil o melhor do cinema estrangeiro e nacional, nada é mais gratificante do que conferir as listas de melhores filmes do ano e encontrar muitos de nossos títulos e perceber que o público e a crítica concordam com nossas escolhas.

Cópia Fiel, do iraniano Abbas Kiarostami aparece em grande maioria das listas dos melhores filmes, como na do crítico Luiz Zanin do Estado de São Paulo, composta também por O Garoto da Bicicleta, dos irmãos Dardenne e Poesia, de Lee Chang Dong.
"Mais uma afirmação forte de que não somos um, somos múltiplos, cópia e original, duplicações, maridos e ex-maridos, bandidos e mocinhos." Inácio Araújo sobre Cópia Fiel, seu filme preferido de 2011. 
O primeiro filme de Kiarostami rodado fora do Irã aparece também em primeiro lugar na lista de Inácio Araújo, colunista do UOL Entretenimento, que entre seus filmes preferidos também estão O Garoto da Bicicleta, Tetro de Francis Ford Coppola, e Isto Não é Um Filme de Jafar Panahi.

Poesia, de Lee Chang Dong; Isto Não é um Filme, de Jafar Pahani; Cópia Fiel, de Abbas Kiarostami e O Garoto de Bicicleta, de Jean-Pierre e Luc Dardenne também aparecem na lista feito por Ricardo Calil, colunista do jornal Último Segundo.
"Forque era o único filme possível, o único verdadeiro" Inácio Araújo sobre Isto Não é Um Filme.
Incêndios, de Denis Villeneuve, que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2011, também está na lista divulgada pela Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro, junto a Cópia Fiel e O Garoto da Bicicleta.

Dos nacionais eleitos por Artur Xexéo, crítico e colunista do G1, Meu País de André Ristum. 
“Meu filme brasileiro do ano” Artur Xexéo. 
Os filmes da Imovision estão também na nova edição do Cinebook, site especializado em livros de cinema, que elegeu os melhores filmes de 2011 lançados no Brasil, além dos melhores exibidos no Festival do Rio 2011. Os seis primeiros filmes da lista são da Imovision:
1- Homens e Deuses, de Xavier Beauvouis
2- Incêndios, de Denis Villeneuve
3- Poesia, de Lee Changdong
4- Cópia Fiel, de Abbas Kiarostami
5- O Homem ao Lado, de Mariano Cohn & Gastón Duprat
6- O Garoto da Bicicleta, de Jean-Pierre Dardenne & Luc Dardenne
Homens e Deuses é eleito o melhor filme do ano pelo Cinebook.
Em 10º lugar na lista está Feliz Que Minha Mãe Esteja Viva de Claude Miller & Nathan Miller.
Dentre os filmes eleitos que ainda não estrearam exibidos no Festival do Rio 2011, o Cinebook escolheu O Porto, de Aki Kaurismäki e A Separação, de Asghar Farhadi.

André Miranda, Daniel Schenker, Ely Azeredo, Marcelo Janot, Rodrigo Fonseca, Ruy Gardnier e Susana Schild, críticos do Segundo Caderno do O Globo elegeram os melhores de 2011: O Garoto da Bicicleta encabeça a lista, seguido por Incêndios e Cópia Fiel, que não poderia deixar de constar.
"O Garoto da Bicicleta: Aplaudido de pé como filme do ano pelos Bonequinhos." O Globo.
Matheus Souza, também do O Globo elegeu A Guerra Está Declarada como um dos 10 melhores filmes do ano. Baseado na história verídica da diretora Valérie Donzelli que também intérpreta ela mesma no longa (Juliette) e Jérémie Elkaïm (Roméo), roteirista e marido de Donzelli, A Guerra Está Declarada estreia nesta sexta-feira, 06 de janeiro nos cinemas. Uma ótima opção para assistir na primeira semana de 2012.

Nenhum comentário: