28 de nov de 2011

Cine Nostalgia - Fatih Akin

Como tema recorrente, a música percorre de modo peculiar as principais obras do diretor alemão Fatih Akin. De origem turca, Akin também remete ao tema da origem cultural, dos costumes e as relações familiares, especificamente de indivíduos de origem mediterrânea. Com uma visão que mostra aos seus espectadores um lado jovem e, de certa forma, descolado sobre o que é o mundo contemporâneo, Akin também nos leva, com um toque humorístico a um universo completamente conhecido, porém, ignorado, por ser a essência do nosso cotidiano
Hoje, destacamos Soul Kitchen e Atravessando a Ponte - O Som de Istambul, ambos com uma forte pegada musical, como seus próprios títulos sugerem. Em Soul Kitchen, Fatih Akin faz uma distinta mistura entre a música, a culinária e as relações fraternas, que se encaixam no recorrente tema da família mediterrânea. Já em Atravessando a Ponte - O Som de Istambul, Akin elabora um divertido documentário que mescla, mais uma vez, a experiência com diferentes âmbitos musicais e a viagem pelas ruas da maior cidade da Turquia.
Em uma divertida comédia, Soul Kitchen narra a história de Zinos  (Adam Bousdoukos), o proprietário de um restaurante em Hamburgo, cujo nome é Soul Kitchen. Para ser ter uma melhor ideia, Bousdoukos contribuiu com o roteiro, que foi baseado na sua experiência pessoal como o dono de uma taverna grega na Alemanha, onde o próprio diretor, Fatih Akin, era cliente. Em meio a esta situação, Zinos começa a se ver a frente de diversos problemas: seu novo cozinheiro não é competente o bastante para satisfazer os clientes e sua namorada,  Nadine (Pheline Roggan), resolve mudar-se para Xangai. Para resolver o problema, Zinos decide partir em busca da jovem, porém, não pode deixar o restaurante ir à falência e portanto, coloca seu irmão Illias, que acaba de sair da prisão para administrar o Soul Kitchen. Não tarda a saber que então Nadine já arrumou um novo namorado e que Illias está prestes a perder o restaurante em um jogo. As sequências são montadas com um genuíno humor e, claro, todo o clima do soul e da funk music, rejuvenescendo a produção e a deixando com um ar bastante "cool"
Atravessando a Ponte - O Som de Istambul é um documentário diferente, a começar pela narração, que é feita a partir das experiências de Alexander Hacke, vocalista da banda alemã de rock industrial Einstürzende Neubauten. Em sua viagem por Istambul, ele mostra aos espectadores a grande diversidade musical existente naquele país, desde os sons folclóricos, as músicas típicas, os cantores que encantaram as gerações mais velhas, até chegar no que hoje temos como "música nova": a neo-psicodelia da banda turca Baba Zula, a música eletrônica, cuja popularidade cresce vertiginosamente, passando pelo rock alternativo, fruto da influência ocidental e, pelo mesmo caminho, o hip-hop. O documentário também leva seus espectadores a um tom humorístico peculiar, talvez pela grandeza de um local com tanta diversidade, talvez pela narração de Hacke, que é um atrativo a parte pela sua irreverência. Akin, ao se aproveitar do tema, mostra ao mundo um pouco do que é a Turquia nos dias atuais, com um ar juvenil, contemporâneo e globalizado.

Veja o trailer de Soul Kitchen:


Veja o trailer de  Atravessando a Ponte - O Som de Istambul:

Nenhum comentário: