20 de out de 2011

Hollywood a favor da libertação de Jafar Panahi e "Isto Não é Um Filme"

Organizações de Hollywood que representam roteiristas, diretores, atores e a equipe responsável pela entrega do Oscar, emitiram um comunicado expressando apoio aos cineastas iranianos que, como Jafar Panahi, foram condenados à prisão e à não realização de seus trabalhos, ou punidos com castigos físicos (como a atriz Marzieh Vafamehr) por discordar do governo de Mahmoud Ahmadinejad do Irã.
Cartaz nacional de Isto Não é Um Filme
O comunicado referia-se às detenções em setembro de 2011 do produtor Katayoun Shahabi, dos diretores Naser Saffarian, Hadi Afarideh, Mojtaba Mirtahmasb - codiretor de Isto Não é Um Filme - e Shahnam Bazdar e do documentarista Mohsen Shahrnazdar por trabalhos que eles teriam realizado para a BBC.
Atriz Pegah Ferydoni segura foto do diretor iraniano Jafar Panahi na cerimônia de Cannes deste ano

Grande parte do apontamento feito pelo comunicado se deve a situação do diretor Jafar Panahi realizador de Isto Não é Um Filme, que está em prisão domiciliar, e da atriz Marzieh Vafamehr, que foi condenada a 90 chicotadas por autoridades iranianas.
Juliette Binoche, que ganhou o prêmio de Melhor Atriz em Cannes por Cópia Fiel, do iraniano Abbas Kiarostami se emocionou ao falar do 'caso' Jafar Panahi, que não pode comparecer ao festival.
"Nós nos unimos aos colegas em todo o mundo para pedir a segurança, a libertação e o retorno desses cineastas ao trabalho" - afirmou em comunicado a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela entrega do Oscar, prêmio mais importante da indústria cinematográfica.
Membros da Berlinale posam para foto em frente a cartaz do cineasta iraniano Jafar Panahi, homenageado nesta 61ª Berlinale
Entre os outros grupos que apoiaram o comunicado estavam o Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos (Directors Guild of America), o Sindicato dos Atores (Screen Actors Guild), o Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos (Producers Guild of America), o Sindicato dos Roteiristas dos Estados Unidos (Writers Guilds of America), o Sindicato dos Editores (American Cinema Editors) e a Sociedade Americana de Cinematógrafos.

"Esperamos que o governo iraniano liberte esses cineastas e reconheça que seus trabalhos criativos podem apenas fortalecer e enriquecer a sociedade iraniana" - Sindicato dos Diretores.

O polêmico filme feito por Jafar Panahi em prisão domiciliar Isto Não é Um Filme será exibido pela primeira vez o Brasil na 35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
Confira os horários e salas de onde será exibido Isto Não é Um Filme.

Nenhum comentário: