18 de mai de 2012

“No” de Pablo Larraín, com Gael Garcia Bernal, é ovacionado em Cannes

Gael Garcia Bernal em No, de Pablo Larraín


No, o novo filme do chileno Pablo Larraín (de Tony Manero), estrelado por Gael Garcia Bernal que conta a história do plebiscito que, em 1988, pôs fim a uma ditadura de 15 anos imposta por Augusto Pinochet, foi ovacionado e muito aplaudido após sua exibição  na 65ª edição do Festival de Cinema de Cannes, nesta sexta-feira.



Baseado na peça do escritor chileno Antonio Skármeta, El plebiscitoNo conta a história de René Saavedra (Gael Garcia Bernal), um exilado que volta ao chile e vai trabalhar como publicitário a serviço da campanha "Não", que tem como objetivo influenciar o eleitorado a votar contra a permanência de Augusto Pinochet no poder durante um referendo, feito sob pressão internacional, pelo próprio ditador. Com poucos recursos e sob constante vigilância por homens de Pinochet, ele concebeu um ousado plano para ganhar o referendo.
No, primeiro filme exibido na Quinzena dos Realizadores em Cannes, será distribuído pela Imovision no Brasil e ainda não tem data de estreia nem título em português. 

Nenhum comentário: