14 de nov de 2011

Cine Nostalgia - Jean-Pierre e Luc Dardenne

No Cine Nostalgia de hoje, uma retrospectiva com os irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne, o renomado duo belga em termos de direção, roteiro e produção.
Em O Silêncio de Lorna, a questão abordada acerca da imigração ilegal um pouco diferente quando Lorna (Arta Dobroshi) é um exemplo para os irmãos Dardenne sobre o que ocorre neste submundo que acomete os menos favorecidos, no caso, os imigrantes. E assim, trabalham duplamente, tanto a questão deste universo social, quanto o indivíduo. Neste ponto, até a questão do casamento forçado para obtenção de residência permanente em vários países da Europa é retratado com total fidelidade ao que acontece por "baixo dos panos" de nosso cotidiano. 

O Silêncio de Lorna retrata a história de uma jovem albanesa que, na Bélgica, quer realizar o sonho de montar um negócio próprio e manter sua estabilidade. Para tanto, ela aceita se casar com um viciado belga. Mais do que isso, depois do fim deste "casamento", a jovem Lorna ainda precisará revender sua nova nacionalidade a um russo que dispõe de muitos recursos para que possa adquirir esta nova identidade. Nesta trama, os personagens circulam até não poder mais serem utilizados, são jogados de um lado para outro em um plano muito específico proposto pelos Dardenne, que não oferece soluções fáceis para os problemas os quais Lorna, Claudy e todos aqueles que convivem em seu meio estão trancafiados. 
O drama dos jovens casais que são, de certa maneira, obrigados a encarar a experiência da maternidade é mostrada por A Criança, filme vencedor da Palma de Ouro em Cannes. A trama se completa, então, com a questão da adoção ilegal. Sonia (Déborah François), aos 18 anos, acaba de ter um filho, o pai da criança é Bruno (Jérémie Renier), um rapaz de 20 anos que sobrevive às custas de pequenos delitos cometidos por ele e seus amigos. São jovens que vivem às margens da sociedade, pelos pequenos erros que cometem, pela irresponsabilidade, são levados a visão de que suas convicções tomam rumos completamente diferentes, especialmente em relação à chegada de uma criança. O foco dado pelos irmãos Dardenne a Bruno mostra exatamente esta visão juvenil da responsabilidade ainda não adquirida, os momentos que narram a busca, o encontro e as consequências dos acontecimentos a partir da chegada desta criança e do comportamento de seus pais. Os Dardenne, mais uma vez, mostram os fatores necessários para que, mais uma vez, suas personagens não consigam sair dos "nós" feitos na complexa trama, abordando questões de tamanha profundidade na vida de qualquer um. 

Em seu mais recente lançamento, Jean-Pierre e Luc Dardenne contam a história de um garoto que, abandonado pelo pai, tenta de tudo para reencontrá-lo. Vencedor do Grande Prêmio do Júri do Festival de Cannes, O Garoto da Bicicleta estreia na próxima sexta-feira, 18 de novembro. 

Veja os trailers de O Silêncio de Lorna, A Criança e O Garoto da Bicicleta:




Nenhum comentário: