18 de mar de 2011

"Cópia Fiel" estreia hoje!


Cópia Fiel de Abbas Kiarostami estreia hoje, e aposta indiretamente na discussão sobre a reprodutibilidade técnica das obras de arte, e se elas podem ser consideradas tão arte quanto a original.

Em sua entrevista para o jornal “O Globo”, Kiarostami disse que sofreu grande influência de Van Gogh, mas como não sabia
pintar como ele, e como o pintor desejava pintar um retrato de sua cultura em diferentes matizes, optou pelo cinema pois dirigindo filmes também poderia fazer reflexões sobre arte, aspectos políticos e sociais.

Como Kiarostami se interessou sempre por arte, não se sabe ao certo se essa foi sua real intenção, mas podemos ver nitidamente uma crítica ao ensaio “A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica” de Walter Benjamin, quando nos mostra em sua produção que a Cópia Fiel de uma obra pode ser considerada tão original quanto ela própria, divergindo do conceito de Benjamin que defende a reprodutibilidade da mesma sendo a perca total de sua aura nos tempos de hoje.

Kiarostami retrata a reprodutibilidade técnica de maneira que pode ser considerada não só como um artifício da massificação proveniente da indústria cultural, mas também como uma inovação daquilo que já existe, como é retratado em Cópia Fiel de forma metalinguística.

A reprodutibilidade da obra aparece no contexto e faz com que o espectador não consiga diferenciar o que é real ou não dentro da trama.
Kiarostami mostra que a partir de um conceito aparentemente imutável, é possível recriar um todo que já nos está dado e nos fazer refletir sobre a função do cinema como arte; sobre como é registrado pelas câmeras, e como o espectador pode interpretar a mensagem da maneira que quiser e buscar uma inovação dentro daquilo já existente sem estar preso ao conceito “original” como única opção aceitável culturalmente.

Cópia Fiel estréia hoje dia 18/03, e é mais uma aposta da Imovision para este ano. Para mais informações sobre o filme clique aqui.

Nenhum comentário: